Longe de ti não é meu lugar

09:36

Vida Cristã, Devocional, meditação

Eu me perdi em meus caminhos, andei por aí distante de ti, muitas e muitas vezes tentei ter o controle daquilo que chamo de vida, muitas e muitas vezes tentei tomar o teu lugar. Segui os passos de outras pessoas e não os teus, desejei coisas que não eram para mim para tentar preencher esse vazio que eu sinto, busquei amor em lugares rasos. Sabe o que eu encontrei? Decepções e magoas, feridas, poucas alegrias e nenhum preenchimento. Estava cada vez mais perdida em mim, nos outros, no desejo de pertencimento.

Um dia no meu caminho de volta para casa parei para observar o quanto era bonito o céu, como as explosões de cores naquele horário era tão poético e me senti melancólica. Senti saudades do lar, senti saudades do Pai, senti saudades de ser amada de verdade. Ouvi sua voz através dos raios de sol que já estavam indo embora dando lugar às primeiras estrelas, senti meu coração arder e a vontade enorme de correr de volta pra casa, não a casa que vou todos os dias, mas o lugar aonde pertenço, o céu.

Ouvi a voz do Pai a me chamar, mas senti vergonha de mim, dos meus caminhos, das minhas bobagens, dos meus erros. Como o Senhor pode me querer de volta depois do que eu fiz? Não fui forte o suficiente, eu o abandonei tantas e tantas vezes. Junto às minhas lágrimas silenciosas senti o amor Dele me invadindo e dizendo: Não tem um dia que eu não sinta sua falta minha filha, não importa o que aconteceu, não importa quantas vezes você foi embora, eu conheço você, sei quem você é e meu amor por você nunca vai passar, eu morreria por você de novo, então não tenha medo, apenas volte.

__________________________________________________________________

“Me leva pra casa, eu quero voltar pois longe de ti não é meu lugar. Eu corro de pressa pra te encontrar de braços abertos como alguém que esqueceu ..."
__________________________________________________________________

Como uma criança que se joga nos braços de seus pais, eu não pude resistir e me lancei aos braços daquele que sabe tudo de amor, tudo de mim. Com todo o cuidado do mundo Ele limpou minhas feridas, tirou todo o peso, me deu nova vida. Eu já não sou mais a mesma, mudei, Ele me mudou, e me transformou em alguém.

Deus anseia por você também, não há amor, não há vida longe Dele. Agora eu sei disso e sei também que Longe dele não é o meu, nem o seu lugar e não importa o que fizemos, nem quanto fomos longe, não há nenhum lugar como o nosso lar e nosso Pai.

*Texto escrito por Brenda Abreu (Eu mesma) aos 17 anos de idade (Em 2010) e adaptado para 2018.


Outras belezinhas

0 comentários