25 Coisas que aprendi em 25 anos

13:39


Hoje é um dia muuito, muuito especial pra mim. Hoje é meu aniversário e estou completando mais um aninho de vida. Pensando nisso, resolvi compartilhar com vocês meus 25 maiores aprendizados nesses 25 anos. Espero que algumas lições inspirem vocês da mesma forma que tem me inspirado.

1-Ser mais paciente.

Pra quem tem transtorno de ansiedade isso é uma coisa bem difícil rs, mas ao longo desses anos tenho aprendido a seguir uma vida mais leve. Tudo se desenrola da forma mais natural possível, não adianta bater cabeça, ficar ansiosa ou qualquer outra coisa, as coisas chegam até nós na hora que deve chegar, quando estamos prontos. Então o negócio é sentar e relaxar (digo, trabalhar na causa, mas ciente que tudo tem seu tempo) que as coisas vão acontecer. Sem pressa.

2- O meu tempo é diferente do seu.

Passei a respeitar melhor meu tempo e a mim mesma. Antigamente eu queria correr, ter casa, carro, conhecer uns mil países antes dos 30 só porque alguém me falou que aos 30 eu deveria estar 100% consolidada. Isso é um grande erro e isso não é uma competição. Desde que aprendi que eu tenho meu próprio tempo, que meus projetos, objetivos e propósitos são diferentes do de outras pessoas, mesmo que muitas vezes seja o mesmo, eu tenho ficado bem.

Dessa forma parei de me comparar e parei também de avaliar tanto os resultados como se isso fosse um parâmetro de sucesso e, passei a celebrar as pequenas conquistas diárias. Isso fez toda diferença na minha vida.

3- Alimentação saudável é o ideal, mas comer de vez em quando um fast food não mata ninguém.

Desde que me tornei adulta passei a me alimentar melhor e só depois disso é que percebi o quanto isso é realmente importante (é serio, comam direito). Comer bem e direito evita tantas doenças que mal podemos contar, além do mais nossa futura velhice vai agradecer.

Eu realmente faço o possível para comer muito bem, inclusive sigo uma dieta balanceada passada por uma nutricionista. Porém não sou nenhuma radical, de vez em quando (é de vez em quando mesmo, tipo uma vez no mês), eu como sim uma pizza, ou um sanduiche. Não há problema nenhum nisso, faz parte da vida. Não adianta viver 100 anos e não poder comer de vez em quando um Big Mac.

4- Sou bonita por ser como sou.

Eu demorei muuuito tempo para fazer as pazes com o espelho. Fui levada a me detestar por muito tempo. Odiava meu nariz que hoje em dia vejo que não é grande como eu achava que era. Aceitei meu cabelo leãozinho, porém aprendi a cuidar melhor dele pra ficar mais domado.

Aprendi que sou única e incrível e isso não tem nada a ver com ser narcisista, ou esnobe ou qualquer outra coisa que nos ensinaram que seríamos se gostássemos de nós mesmos. Muito pelo contrário, tem a ver com a gente se aceitar e abraçar nossas imperfeições e coisas boas que temos. Não há nada de errado em se sentir bonito, feliz e capaz. Inclusive recomendo rs.

5- Ignorar aquilo que não me faz bem e que não pode ser mudado.

Acho que esse foi o meu maior aprendizado dos últimos tempos. O deboismo (ou ficar de boas, como preferir). Tomar conta da minha vida. Hoje em dia eu não me meto mais em conversas ou discursões que na verdade são brigas de egos ou pessoas querendo impor o que pensam sem deixar margem para réplicas. Agora só me meto em conversas que são trocas de ideias e experiências, onde tá todo mundo na paz.

Temos que aprender urgentemente a não se meter onde não fomos chamados, aonde não pediram nossa opinião. Faz tempo que aprendi essa lição e garanto que é algo muito bom, evita mil males. Aprendi também a ignorar comentários maldosos (aquilo que não nos acrescenta não nos faz falta), algumas coisas que vejo no feed das redes sociais porque não vale a pena e etc. Acho que o segredo é se conhecer tanto que a opinião alheia e a vida alheia não sejam mais tão interessantes pra você e você passe a gostar tão mais da sua que não vai ter tempo pra coisas ruins.

6- Não ficar chateada com pessoas arrogantes.

Esse foi meu ponto bônus. Quando estou trocando uma ideia com alguém que passa a agir de forma arrogante por ser contrariado, eu não ligo mais. Eu digo minha opinião com maior calma e tranquilidade e não me aborreço. Acho que o tempo me trouxe mais firmeza sobre quem sou e coisas que acredito (que podem ser mudadas quando eu achar conveniente) e isso é suficiente pra mim, acho que é por esses motivos que eu apenas sorrio e digo minha opinião, totalmente sem intenção de fazer a pessoa concordar comigo, apenas estou me posicionando de mim pra mim mesma e isso é suficiente.

7- Sonhar.

Sonhos são o combustível da alma. Sem sonhos não criamos objetivos, sem objetivos passamos a vagar por aqui sem fazer nada, sem querer nada, só esperando a vida passar. Por isso, sonhe, sempre sonhe. Não importa que idade você tenha (isso não importa), ou sua origem, ou sua classe social, sonhar faz bem pra alma e nos move do lugar. Além de sonhar, siga todos os passos possíveis para realizar. Um dia quando você olhar pra trás você verá o quanto valeu a pena sonhar e realizar.

8- Correr atrás dos meus objetivos.

Se eu não for atrás deles, ninguém vai por mim. Nosso sonhos e objetivos são só nossos, mesmo que a gente compartilhe com alguém. Então saiba que nada cai do céu, tudo demanda esforço e muito trabalho duro, sem contar que tudo leva certo tempo para acontecer e por isso não devemos querer ver o resultado logo, ele vai chegar, é no tempo certo. Nenhum esforço é vão.

9- Só Deus é perfeito.

Tudo bem não ser perfeito, tudo bem mesmo. Acho que a gente perde tanto tempo na vida querendo ser perfeito dentro do que nos ensinaram que é perfeito, que perdemos toda preciosidade e leveza que a vida tem. Faz tempo que me desgrudei desse conceito, claro que a cada dia que passa tento ser a melhor versão de mim, porém eu aceito meus erros, minhas características, toda minha história e tudo que me trouxe até aqui. Isso tudo faz parte de quem eu sou e sei que não sou perfeita e tá tudo bem. Deus me ama de qualquer jeito <3

10- Dar mais valor a minha família.

Parece bem clichê o que eu vou falar, mas família é a coisa mais importante, depois de Deus (pelo menos pra mim), que podemos ter. Não importa como seja sua família, ela é muito importante. Eu tenho duas famílias: Meus pais e irmãos e agora meu marido e 03 gatos. Faço todo o possível para passar muito tempo com eles. Sempre procuramos ligar uns pros outros, saber sobre o dia, cuidar, mimar e etc. Saber que tenho pessoas com quem posso contar e amar se tornou algo de muita importância pra mim e por isso cuido da minha família.

11- Gratidão é o segredo para uma vida feliz.

Um coração grato muda toda nossa visão de mundo. Ser grato é saber dar valor as coisas que temos, é celebrar nossas conquistas mesmo que sejam pequenas, é valorizar as pessoas que nos cercam, é encher nosso coração de sentimentos bons e felicidade pela vida que temos. A vida tem altos e baixos, mas com o coração grato, a jornada se torna bem mais fácil e mais feliz.

12- Nenhum sofrimento é eterno.

Nada é eterno, então o sofrimento também não é. Muitas coisas vão doer e cegarão nossa fé e esperança em dias melhores, mas acredite em mim, TUDO PASSA. A dor também vai passar e haverá dias incríveis nos esperando.

13-Aprendi a dizer NÃO, e foi libertador.

Uma das maiores dificuldades da minha vida sempre foi dizer não. Na maioria das vezes essa dificuldade estava relacionada à reação das pessoas, e eu não queria decepcionar ninguém. Porém com o passar do tempo eu percebi que isso não me fazia nem um pouquinho bem, eu fazia muitas coisas “forçadas” só por não conseguir dizer não. Depois que aprendi a ter prioridades e estabelecer o que realmente importa pra mim, dizer não se tornou tão fácil quanto dizer bom dia, e o melhor de tudo é que fico de consciência limpa por estar fazendo o que é melhor pra mim.

14-Tudo bem mudar de opinião.

Tá tudo bem mudar, não importa se é opinião, cabelo, roupas, estilo de alimentação ou qualquer outra coisa que você queira. Ao longo do tempo vamos evoluindo, estudando, adquirindo novos hábitos, conhecendo novas pessoas, ganhando conhecimento e etc., e tudo isso pode nos fazer mudar de opinião, mudar de crenças, de filosofia ou qualquer outra coisa, e tá tudo bem. Mudanças são algo bom, aprendemos muito com isso.

15-A vida adulta não é fácil, mas a gente consegue.

Trabalhar, limpar casa, pagar boletos, estudar, ter vida social, pagar boletos, cozinhar, eu já falei pagar boletos? e etc., fazem parte da vida adulta e nem sempre é fácil fazer todas essas coisas. Ás vezes a vida te dá uns limões bem grandes e dá vontade de voltar pra casa dos pais onde eles faziam tudo por você, mas apesar das dificuldades que há, nós ficamos bem. Tem dias que serão incríveis, mas também tem dias que não darão certo, e tudo bem. Tudo isso faz parte do processo de crescimento. A vida adulta as vezes é difícil, mas a gente consegue.

16-Prioridades são fundamentais.

E como são. Somente com meus 20 e poucos anos é que fui aprendendo que para alcançar nossos objetivos precisamos (não tem pra onde correr) estabelecer prioridades. Comecei a entender que não ia dar muito certo meu lance de querer segurar o mundo com as duas mãos, é impossível e doloroso. Desde que estabeleci prioridades, ficou muito mais fácil traçar o caminho a seguir até meus objetivos e definir o que é importante ou não pra minha vida. Isso fez uma diferença imensa.

17-Manhãs são para café e contemplação.

Eu sempre fui o tipo de pessoa que acordava em cima da hora, saía correndo pra fazer as coisas que precisava e corria para sair de casa, quase sempre atrasada, porém isso não estava me fazendo bem, toda aquela manhã corrida me deixava mais ansiosa do que já sou. Depois de um tempo quebrando a carinha, passei a diminuir os ritmos da minha manhã, passei a deixar tudo que preciso pronto na noite anterior, passei a acordar uma hora mais cedo para meditar, comer com calma e me arrumar com calma. Essas práticas fizeram uma mudança drástica ao longo do meu dia.

18-Não podemos agradar todo mundo. Não somos pizza.

Se nem Jesus que era muito bom agradou todo mundo, quem dirá eu. Já faz um tempo que parei de tentar agradar todo mundo. Sempre vai ter gente que vai me detestar mesmo se eu fizer de tudo para agradar, então passei a fazer muito mais as coisas que eu gosto e que me faz feliz. Afinal, a vida é minha.

19-Não tenha medo de se arriscar e sair da zona de conforto.

Aprendi a me arriscar mais nesses últimos tempos, a sair da minha zona de conforto e explorar o mundo e sua vastidão, compreender outras culturas e as pessoas de um modo geral. Uma das maiores provas disso é que há um ano eu comecei a blogar e há dois meses comecei a engatinhar em um canal no youtube (coisa que não faria nunca em tempos passados pois tenho vergonha de falar na frente das câmeras). Sem contar que abri mais minha mente e o meu coração para novas experiências e isso é incrível. 

20-Idade é só um número.

Essa é a mais pura verdade. Depois que cheguei aos 25 me sinto muito mais preparada para tomar decisões importantes como que faculdade fazer do que quando eu tinha 17. A idade me trouxe mais segurança e maturidade. Isso só me fez perceber que idade é apenas um número e que não existe mais isso de se formar aos 30, ou casar , ou ter filhos ou sei lá, qualquer outra coisa que a sociedade inventar. Estamos vivos aqui e  agora, então qualquer tempo é tempo. Idade é só um número e isso não pode nos limitar.

22-Quem você foi aos 15 não define quem você é aos 25.

Acho que essa foi uma das lições mais sábias e libertadoras que aprendi na vida. Nós estamos em constante mudança, muitas vezes nem o que fomos ontem é que somos hoje, e graças a Deus por isso. Então o passado fica no passado, somos pessoas diferentes no presente e seremos ainda mais diferentes no futuro, então tudo bem. Não precisamos carregar conosco nenhuma culpa do que fomos, ou de erros que cometemos, mas devemos sempre tentar evoluir e sermos pessoas melhores.

23-Casa limpa é vida.

Eu sempre gostei de manter o ambiente em que vivo limpo e organizado, porém depois que cheguei nos 20 poucos anos e casei, a arrumação e limpeza de casa se tornou algo de suma importância. Dizem por aí que nossa casa é o reflexo de nossa mente, então manter a casa limpa de certa forma deixa minha mente organizada, e me dá mais tempo para fazer as coisas que gosto ou trabalhar nos meus projetos pessoas. Você vai ver a diferença que faz deixar a casa em ordem e sempre lavar aquela loucinha depois de comer.

24-Você nunca deve parar de aprender.

Na vida somos todos aprendizes e estamos em constante evolução. Devemos sempre manter acesa a chama da curiosidade dentro de nós. Devemos sempre tentar aprender coisas novas. Tudo isso sempre fará uma diferença enorme em nossas vidas. Assista um documentário, faça um curso livre, leia um livro. Há muitas riquezas no conhecimento e isso nos ajuda a crescer e nos entender melhor como pessoas. Conhecimento enriquece a alma.

25-Valorizar meus pais, nós envelhecemos e eles também.

Eu sempre fui muito apegada a meus pais, e a esse lance todo de família, então pra mim foi difícil sair da casa deles. O primeiro mês até que foi fácil, porém eu não estava tão animada com as mudanças, no segundo mês eu chorei em uma lanchonete porque estava com saudades e eu acho que a atendente achou que eu era louca kkk. Depois me acostumei, mas minhas visitas e mensagens são algo muito comum. Todos nós estamos envelhecendo e nossos pais também, não teremos eles a vida inteira, então valorize os momentos. Passe mais tempo com eles, fique longe do celular ao visitá-los, dê importância a esses momentos, um dia eles partirão e devemos ter em mente que aproveitamos o tempo, mesmo que esse tempo nunca seja o suficiente.

Outras belezinhas

0 comentários