Transição capilar não é para todo mundo e tudo bem

18:31


Transição capilar

Há alguns dias eu estava conversando com algumas amigas sobre cabelo e estava contando sobre minha experiência com a transição capilar. Inúmeras vezes pensei em desistir, os primeiros meses foram os piores, meu cabelo estava literalmente uma farofa, sem definição alguma, eu poderia jurar que meu cabelo não pertencia a nenhum grupo de tão ruim que a coisa estava. Mas com o passar dos meses meu cabelo foi ficando bonito e com sua definição certa e eu fiquei grata por não ter desistido, estou amando essa fase do meu cabelo, me sinto muito mais eu agora do que quando eu alisava.

Por outro lado, outra amiga minha chegou até o fim da transição e realmente não gostou de estar de cachos, para ela o cabelo liso combinava bem mais com seu estilo dela, e eu concordo, ela de cachos não parecia ela, e isso não a deixava confiante. Ela me contou que a experiência foi boa, isso ajudou ela a descobrir que isso não era pra ela e tudo bem.

A transição capilar não é pra todo mundo e tudo bem, você não precisa mudar, você não precisa seguir nenhum padrão, você pode gostar de estar com seu cabelo natural, mas também pode gostar de ter o cabelo liso, e tudo bem. Tá tudo bem mesmo. O importante é você se sentir bem ao se olhar no espelho.

A transição capilar surgiu para que pessoas com cachos entendessem que existem belezas diferentes, e que o liso não era um padrão, cada um deveria se sentir bem com o formato de cabelo que achasse melhor. Com cachos ou sem cachos.

Nosso cabelo é uma parte divertida do nosso corpo, podemos fazer taaantas coisas, podemos pintar, cortar, alisar, cachear, trançar, raspar (por que não?) então pra quê se limitar. Se você é naturalmente cacheada, mas ama ter o cabelo liso, então tenha. O contrario também é válido. Se você fez transição, ou começou, mas quer desistir, tá tudo bem, você pode, o cabelo é seu, e não existem regras. A única regra é ser feliz e se sentir bem consigo mesma.

A transição capilar não é pra todo mundo, e ainda bem.

Outras belezinhas

0 comentários