05 dicas para se vestir melhor

14:21


   

 1)  Se inspire, mas não copie.

Hoje em dia com os blogs, instagram, pinterest, entre outros, temos uma gama enorme de looks postados que pode nos inspirar na hora de se vestir. Isso realmente é muito bom, porém devemos ter o cuidado de apenas nos inspirarmos e não copiar o look da cabeça aos pés.

O segredo é usar coisas que fazem parte da sua identidade, porque se você copiar o look inteiro, na verdade você está se fantasiando daquela pessoa que você se inspirou, mesmo que o look inteiro tenha tudo a ver com você. O ideal é você ter seu toque individual nas suas produções, isso realça sua identidade.

A inspiração serve para nos dar um norte sobre como podemos usar determinada peça e etc., mas não devemos fazer disso uma regra e nem comprar exatamente as mesmas roupas que fulana estava usando. A ideia é brincarmos com que temos, dar um toque super pessoal no nosso look e ainda sim usar a inspiração como base. Fica maravilhoso.

     2)  Não tenha preconceito com marcas desconhecidas.

O segredo de uma boa compra é saber apreciar uma boa peça de roupa, independente de sua etiqueta ou o quanto você pagou por ela. O mais importante em uma roupa é a qualidade, beleza e se tem a ver com você.

Existem muitas pequenas empresas que vendem coisas lindíssimas e de boa qualidade, mas que muitas vezes as pessoas ignoram por não ter uma marca reconhecida. Vamos deixar os preconceitos de lado e vestir coisas que gostamos sem se preocupar com a etiqueta, uma etiqueta não quer dizer nada, não define o valor que você tem.

Já vi muitas roupas produzidas por grifes de luxo e que são tão horríveis que dá vontade de chorar e questionar se o estilista estava bêbado. Mas já vi também roupas incríveis produzidas por uma vizinha de super bom gosto. Então, concluindo, vamos esquecer as etiquetas e apreciar as boas roupas da vida.


     3)  Não seja escravo das tendências.

Tendências vêm, tendências vão, é assim que o mercado funciona, mas você não precisa embarcar nessa. Só use aquilo que te faz bem, se há algo que é tendência no momento e faz parte do seu estilo, o investimento vale a pena, mas se não, esqueça.

A verdadeira tendência que veio para ficar é ser você mesma, é ter uma identidade para chamar de sua. Quanto mais fiel você for a você mesma, menos a tendência vai te levar, e até menos dinheiro você vai desperdiçar com coisas que não tem nada a ver com você.

     4)  Roupa cara não é sinônimo de se vestir bem.

Como eu já havia falado no item sobre preconceitos com marcas, roupa cara e de marca não quer dizer se vestir bem. Há muitas marcas super caras, que produzem algumas coisas feias que dá dó, ou que não tem nada a ver com você. Se vestir com roupas de grife não vai garantir que você esteja elegante, bonita. A elegância consiste em você ser você mesma, nenhuma etiqueta de marca pode lhe garantir isso. Algumas vezes você só vai ser uma pessoa mal vestida com uma roupa cara. Pense nisso.

     5)  Tecidos com aparência de caro.

Há muito tecidos caros que dão aparência de um tecido barato que logo vai se desfazer, assim como há o inverso e é nesses que você deve apostar. Peças de alfaiataria conferem uma elegância indescritível, blusas de cetim que imitam seda, tecidos planos, jeans escuros, tecidos de fibras naturais como o linho e etc.




Outras belezinhas

0 comentários